25 julho 2009

Vamo MASSA!




Ele bateu forte hoje, na hungria, após ser atingido no capacete por uma peça q estava quicando na pista.

Me lembrou muito o acidente q vitimou o ingles Henry Surtees, no FDS passado. Na F-2
Um carro escapou da pista, bateu no muro e uma de suas rodas foi quicando pro traçado.

Quando infelizmente ela estava pulando ha poucos centimentros do chao, o ingles Surtees passou por ela e foi atingido no capacete a cerca de 200 por hora. Vendo nas imagens parece que a roda simplesmente quicou em seu carro F-2.

Porém, o impacto com a roda, dizem, foi tanto que deslocou o pescoço do piloto na hora e o mesmo foi pra fora da pista, dentro do carro ainda, já em estado grave.

Foi muito, muito bizarro e assustador.
Aí me vieram as perguntas:
Porque ele? porque naquele milesimo de segundo?
Se fosse um milesimo mais lento ou mais rapido a roda pegaria no carro e nao em seu capacete.

E veio aquela velha conhecida resposta:
É porque era "a hora" dele mesmo.

Segue o vídeo do acidente ao qual me refiro.

http://www.youtube.com/watch?v=t6zKHMRMRbQ

--------------------------------------------------------

Felizmente, com Felipe Massa, nao era uma roda, era "só" uma peça parecida com uma mola.

Esporte de velocidade tem dessas.
Tamos na torcida.

post tambem disponivel em

www.fotolog.com/maujunior11

2 comentários:

Mariana Araújo disse...

Muito triste mesmo esse episódio...
É impressionante como o Brasil denota tanto talento e tanto azar ao mesmo tempo.
Quando não são equipes boicotando nossos pilotos de verdadeira habilidade, como infelizmente ocorre com Barrichelo, são fatalidades do destino como o acidente que Massa sofreu hoje.
Mas vamos lá, ele está estável e de certo tem uma ótima equipe médica cuidando para devolvê-los ãs pistas o mais breve possível.
Vamos torcer para que ele dê a volta por cima e quem sabe ainda garanta uma pole position.
=)

luizcaju disse...

É. Uma pecinha já fez este estrago em massa. Avalie um pneu.

Qualquer tempo a mais ou a menos, eles escapariam. Loteria medonha... "Não é?"

???